CENTRAL DE ATENDIMENTO
 email: atendimento@shoow.com.br
Busca:  
  • Detalhes




GUY PEARCE

GUY PEARCE

Guy Edward Pearce | Ely, Inglaterra | 05/10/1967


Biografia: Com aparência clássica, de rosto quadrado, o ator australiano Guy Pearce lembra os atores principais da Era de Ouro de Hollywood. Contudo, o ator é bem moderno, usando seus talentos para fazer papeis que vão de drag queen exibicionista a policiais duros de Los Angeles. Pearce nasceu em 05 de outubro de 1967, em Cambridgeshire, Inglaterra. Seu pai, membro da Força Aérea Real, mudou-se para a Austrália quando Pearce tinha três anos. Depois da morte trágica de seu pai em um acidente de avião, quando Pearce tinha oito anos, sua mãe decidiu manter a família na Austrália, e foi lá que ele cresceu. Interessou-se por atuação quando muito jovem, e escreveu para vários membros da industria da TV australiana pedindo para fazer testes quando tinha 17 anos. Seus esforços foram validos, e ele foi convidado para uma audição em uma novela chamada Neighbours. Pearce conseguiu uma parte significativa na novela, e trabalhou nela de 1986 até 1990. Seguindo Neighbours, Pearce teve outros trabalhos na TV, e estreou no cinema em 1992, no filme Hunting. Atuou em outros filmes pequenos e em My Forgotten Man, biográfica para TV de Errol Flynn, em 1993, antes de chamar a atenção das audiências pelo mundo no hit de 1994 The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert. Como a exibicionista e muitas vezes furiosa Adam/Felicia, Pearce teve uma performance imensamente satisfatória. O papel deu a ele a exposição internacional que nunca havia tido, conseguindo então um papel no filme de Curtis Hanson, em 1997, L.A. Confidential. O filme foi sucesso pelo mundo, e rendeu criticas excepcionais para Pearce e as co-estrelas do filme, que incluíam Kevin Spacey, Danny DeVito, Kim Basinger (que levou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante) e seu amigo australiano Russell Crowe. Depois do sucesso de L.A. Confidential, Pearce continuou no cinema independente, fazendo A Slipping Down Life, que estreou no Festival de Sundance em 1999. Seguiu-se um filme super-original mas totalmente desconhecido, Ravenous (1999), um filme de Antonia Bird sobre caos e canibalismo que onde Pearce atuou ao lado de David Arquette e Robert Carlyle. Embora seu papel no drama militar Rules of Engagement no ano seguinte lhe deu oportunidade de uma boa performance para uma estrela em ascensão, foi outro papel, no mesmo ano, que cimentou seu status de um dos atores mais desafiadores e imprevisíveis de sua geração. Colocado como um viúvo, querendo vingança, coberto de tatuagens, incapaz de guardar memórias recentes, em uma busca frenética pelo assassino de sua mulher, a performance inesquecível de Pearce no thriller estruturado para ir de frente para trás, Memento, foi um dos maiores sucessos de bilheteria do ano. Pearce não era oficialmente uma propriedade quente de Hollywood, e os produtores não perderam tempo para contrata-lo para os próximos filmes. Uma performance memorável como o vilão em The Count of Monte Cristo levou Pearce para o passado, e seu próximo filme, The Time Machine o colocou em um futuro tão distante que a humanidade tinha voltado aos tempos pré-históricos. Voltando ao presente, Pearce apareceu como o ladrão de bancos azarado em The Hard Word, e permaneceu na Austrália para filmar o drama Till Human Voices Wake Us.


GUY PEARCE GUY PEARCE

  • Filmografia