CENTRAL DE ATENDIMENTO
 email: atendimento@shoow.com.br
Busca:  
  • Detalhes




LEONARDO DICAPRIO

LEONARDO DICAPRIO

Leonardo Wilhelm DiCaprio | Hollywood, Califórnia, EUA | 11/11/1974


Biografia: Seus olhos azuis, o rosto juvenil, a beleza quase ingênua e indefesa e um irresistível sex-appeal que ainda está em desenvolvimento, o transformaram num dos maiores símbolos sexuais da década. Em 1997, a revista Peopleo elegeu como uma das cinquenta pessoas mais bonitas do mundo. Não é apenas sua aparência que lhe abriu as portas para o estrelato, ele é um excelente ator, uma pessoa sensível e culta, fala alemão tão fluentemente quanto o inglês, herança de sua mãe. Depois de ter participado de um par de seriadospara a TV, ele estreou no cinema com o filme Criaturas 3 (1991), que foi direto para o vídeo, e teve uma pequena participacão no telefilme Relação Indecente (1992), com Drew Barrymore. O seu principal papel sério já o colocou na mira dos caçadores de talentos em Despertar de um Homem(1993), ele enfrentou de igual para igual a tarimba de Robert DeNiro que interpretou o seu violento padrasto. No mesmo ano DiCaprio interpretou o irmão mentalmente deficiente de Johnny Deep em Gilbert Grape Aprendiz de Sonhador (1993), arrebatando os críticos e levando-o a receber uma surpreendente indicação ao Oscar de Ator Coadjuvante. O seu nome estava, a essa altura, na ponta da língua das pessoas imprtantes do meio cinematográfico. Atraía a atenção de muitos o fato de ele ter sido expulso, aos três anos de idade, de um programa educacional, por causa de seu comportamento incontrolável. Ele impressionou novamente ao interpretar um talentoso jogador de basquete que se vícia em heroína em Diário de um Adolescente (1995). Fez uma ponta furtiva, mas muito significativa, no filme homenagem da diretora francesa Agnès Varda aos cem anos de cinema As 101 Noites (1995). No mesmo ano ele declinou o papel de Robin em Batman Eternamente, que acabou ficando com Chris O'Donnell, para interpretar o poeta Arthur Rimbaud no criticado filme Total Eclipse (1995) que desenvolve a relação homoerótica que Rimbaud teve com Verlaine (o ator David Thewlis). Este filme alimentou os inevitáveis comentarios sobre sua sexualidade, um assunto que sempre o deixou inquieto. Talvez esses boatos tenham ajudado a colocaro seu nome como o favorito para interpretar, em 1996, o ídolo James Dean em uma cinebiografia. Ele declinou, afirmando que não se sentia experiente o bastante para fazer o filme. Fez bem, pois em seguida conseguiu a grande chance de sua carreira protagonizando a versão jovem, bem MTV, da clássica história de William Shakespeare, Romeu e Julieta (1996). O filme chamou a atenção por sua ousadia e moderníssima estética, e DiCaprio cativou meio mundo como um Romeu sensual, insinuante, irresistível. A sua comunicação com o público jovem foi tão grande que Leonardo chegou a ser indicado como o melhor ator MTV Movie Awards, evento no qual, junto à atriz Clare Danes, ele ainda recebeu indicações aos prêmios de melhor beijo e melhor casal. Como se não bastasse, ganhou o Urso de Prata de ator no Festival de Berlim. Não fez nada feio ao lado de Meryl Streep e Diane Keaton em As Filhas de Marvin (1997), filmou Titanic (1997) de James Cameron uma mega-produção de US$ 200 milhões de dólares e o maior sucesso de público e bilheteria de todos os tempos no mundo, recebendo 11 Oscar, e ainda fez parte da aguardada versão do romance de Alexandre Dumas, O Homem da Mascara de Ferro (1997). Hoje DiCaprio mora com a mãe e o irmão Adam, numa confortável mansão em Hollywood. Conta que gosta de ir a festas e de jogar basquete, mas que sua diversão predileta é passear em sua BMW prateada. O sucesso, jura, não mudou em nada o seu estilo de vida.


LEONARDO DICAPRIO LEONARDO DICAPRIO LEONARDO DICAPRIO LEONARDO DICAPRIO LEONARDO DICAPRIO LEONARDO DICAPRIO LEONARDO DICAPRIO

  • Filmografia