CENTRAL DE ATENDIMENTO
 email: atendimento@shoow.com.br
Busca:  
  • Detalhes




MARCELLO MASTROIANNI

MARCELLO MASTROIANNI

Marcello Vincenzo Domenico Mastrojanni | Fontana Liri, Latium, Itália | 28/09/1924 a 19/12/1996


Biografia: Nasceu na pequena Fontana Liri, em Ciociaria, filho de Ottone e Ida Irolle, e sobrinho do célebre escultor Umberto Mastroianni (irmão de Ottone). A familia era originaria de Arpino. Mastroianni passa a infancia na cidade natal, depois segue com a família para Turim e Roma. Em 1945, começou a trabalhar para uma empresa de cinema, como figuração em Marionette de Carmine Gallone, em La corona di ferro de Alessandro Blasetti, em Una storia d'amore de Mario Camerini, e em I bambini ci guardano de Vittorio De Sica. Em 1943, consegue o Diploma de Empreiteiro no Istituto Técnico-industrial Carlo Grella (atualmente Galileo Galilei). Em 1945 começa a ter as primeiras aulas de teatro e novamente bate nas portas do cinema. Nesta época que partilha as suas aspirações como ator com uma jovem desconhecida, Silvana Mangano, e os dois vivem um breve romance. A verdadeira estréia no cinema vem em 1948 com I miserabili, filme de Riccardo Freda - adaptação cinematográfica do livro homónimo Os miseráveis de Victor Hugo. Nesta mesma época começa a obter pequenas participações no teatro, primeiro em companhia de amadores. É notado por Luchino Visconti, que lhe oferece o seu primeiro personagem como ator profissional, em As You Like It de William Shakespeare (1948, Teatro Eliseo - Roma) e depois em Um Bonde Chamado Desejo de Tennessee Williams (1949, Teatro Eliseo - Roma), que interpreta Mitch (Kowalsky em vez disso é interpretado por Vittorio Gassman). Nesta ocasião conhece Flora Carabella, sua futura esposa, que interpreta um papel menor. Os dois se casam em 1950 e tem uma filha juntos, Barbara. Depois de ter interpretato sob a direção de Luciano Emmer diversos papéis como ator inesperiente em comédias neorealistas (Domenica d'agosto, Parigi è sempre Parigi, Le ragazze di Piazza di Spagna), também chegam para cinema os primeiros papéis dramaticos em Febbre di vivere de Claudio Gora, Cronache di poveri amanti de Carlo Lizzani, As noites brancas de Luchino Visconti e Peccato che sia una canaglia, filme de 1954, direção do cineasta Alessandro Blasetti.


MARCELLO MASTROIANNI MARCELLO MASTROIANNI MARCELLO MASTROIANNI MARCELLO MASTROIANNI

  • Filmografia