CENTRAL DE ATENDIMENTO
 email: atendimento@shoow.com.br
Busca:  
  • Detalhes




RIVER PHOENIX

RIVER PHOENIX

River Jude Phoenix | Madras, Oregon, EUA | 23/08/1970 a 31/10/1993


Biografia: Um ator norte-americano. Ele estava listado no John Willis's Screen World, vol. 38 como um dos doze promissores novos atores de 1986 e foi altamente aclamado por seu talento por críticos como Roger Ebert e Gene Siskel. Ele também era conhecido por seu ativismo pelo direito dos animais. Sua promissora carreira foi encerrada, quando ele morreu por insuficiência cardíaca induzida por drogas em Hollywood, Califórnia, no ano de 1993 aos 23 anos de idade. Ele era o irmão mais velho dos também atores Rain Phoenix, Joaquin Phoenix, Liberty Phoenix e Summer Phoenix. Phoenix nasceu em Metolius, Oregon, 8 km ao sul de Madras. Sua mãe, Sharon Arlyn, também conhecida por Heart Phoenix, era secretária e nasceu no Bronx, em Nova York, os pais dela eram judeus, vindos da Hungria e Rússia. Seu pai, John Lee Bottom, era um carpinteiro de Fontana, Califórnia. Em 1968 a mãe de River, deixou a sua família e se mudou para a Califórnia onde conheceu Jonh Lee, eles se casaram em 1969 e aderiram ao culto religioso, Filhos de Deus, que trabalha como missionários e apanham frutas na América do Sul, onde John era servo do Arcebispo da Venezuela. Em 1977, a família deixou o culto e se mudou para os Estados Unidos, mudaram seu sobrenome para Phoenix em 2 de abril de 1979 para refletir seu renascimento para uma nova vida, assim como o mítico sagrado Firebird Phoenix decorrente das cinzas. Após o regresso aos Estados Unidos, Phoenix e sua família viveram por um tempo com os avós maternos na Flórida antes de voltar para a Califórnia. Seus pais incentivaram todos os seus filhos a atuar em filmes e aos dez anos, River já estava atuando profissionalmente na TV. River era o mais velho de cinco irmãos, tinha um irmão, Joaquin e três irmãs, Rain, Liberty e Summer. Ele também tinha uma meia irmã mais velha, Jodene, fruto de uma relação anterior de seu pai, Jodene mais tarde mudou seu nome para Trust. River ficou conhecido pelo seu papel em Conta Comigo de 1986 e como o jovem Indiana Jones em Indiana Jones e a Última Cruzada. Atuou em Garotos de Programa, ao lado de Keanu Reeves, que viria a ser um dos seus grandes amigos. Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante pelo seu trabalho em O Peso de um Passado de 1988. River foi um dedicado ativista dos direitos dos animais e ambientalista, ele era vegetariano e membro da PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais). River também foi um músico talentoso, assim como um ator, e tocou guitarra, cantou, e escreveu canções para sua banda de rock Aleka's Attic que contava com a presença de sua irmã Rain Phoenix, enquanto viviam em Gainsville, Flórida, tocavam principalmente em eventos beneficentes. Embora a banda nunca tenha lançado um álbum, a canção Across the Way pode ser encontrada no álbum Tame Yourself da PETA, utilizado para combater o abuso animal. River estava no meio das filmagens de Dark Blood, quando morreu. O filme não pôde ser concluído devido a muitas cenas onde seu personagem era fundamental. Sua mãe foi posteriormente processada por isso. River manteve relacionamentos amorosos com duas atrizes norte-americanas, Martha Plimpton e Samantha Mathis. Em 1992, antes de sua morte, recebeu uma música como homenagem do cantor brasileiro Milton Nascimento chamada River Phoenix. Milton estava muito impressionado com o seu desempenho em Conta Comigo, Milton decidiu escrever a canção em reverência ao talento de River. Quando ele começou a conhecer a música, River veio ao Brasil e passou alguns dias na casa de Milton Nascimento. Após esse primeiro contato, eles se tornaram bons amigos. Depois de sua morte, vários artistas dedicaram canções a River, a canção “Transcending” do álbum One Hot Minute da banda The Red Hot Chili Peppers é dedicada a ele, o álbum Monster de 1994 da banda REM é dedicado a River que era amigo do vocalista Michael Stipe. Natalie Merchant escreveu a canção, “River”, em sua memória. Além disso, sua canção, “Carnaval” foi inspirada nele. Rufus Wainwright compôs a canção “Matinee Idol” para ele. Foi mencionado pelo cantor norueguês Morten Abel na canção “River Phoenix”. Em 2009, foi citado na música River Phoenix, do artista inglês Trip. A letra da música faz referência direta à noite da sua morte. Em 31 de outubro de 1993, Phoenix teve uma overdose de drogas de heroína e cocaína (conhecido como Speedball) do lado de fora da boate Viper Room, em Hollywood cujo um dos sócios era o ator Johnny Depp. Phoenix tinha retornado para Los Angeles na véspera de ir para Utah para completar as três semanas do seu último (e incompleto) projeto Dark Blood. Sua irmã mais nova, Rain e o irmão Joaquin tinham voado fora da Flórida para se juntar a ele em seu hotel, a namorada de Phoenix Samantha Mathis também tinha chegado para conhecê-los e todos estavam presentes na cena da morte de River. Na noite de 30 de outubro River estava para fazer uma performance com o seu amigo Michael Flea Balzary do Red Hot Chili Peppers. Em algum ponto da noite Phoenix foi ao banheiro para tomar medicamentos com vários amigos e concessionários. É relatado que um conhecido lhe ofereceu uma poderosa forma de metanfetamina misturada com opiáceos, que é então aspirada, logo após consumir a droga ele se sentiu mal. Ao deixar o Viper Room, ele desmaiou na calçada e começou a convulsionar por oito minutos. Joaquin ligou para o 911, durante a chamada ele foi incapaz de determinar se River estava ou não respirando. Mas, na verdade, ele já tinha parado de respirar. Rain procedeu a fazer respiração boca-a-boca a fim de reanimá-lo. Durante o episódio Johnny Depp e sua banda P (com Flea e o amigo de Phoenix Gibby Haynes do Butthole Surfers) tinham subido para o palco para se apresentar. Segundo Haynes a banda estava no meio da canção, “Michael Stipe” (que incluia o trecho ”mas nós não temos uma parte, nem um pedaço de nossos corações, não é Michael, River Phoenix ou Flea ou eu”), enquanto isso Phoenix estava desmaiado do lado de fora da boate. Quando a notícia chegou ao clube, Flea imediatamente deixou o palco e se apressou para ajudar o amigo. Paramédicos tinham chegado ao local e encontraram Phoenix em assistolia, então, administraram drogas em uma tentativa de recuperar seus batimentos cardíacos. Ele foi levado às pressas para o Cedars-Sinai Medical Center, acompanhado por Flea, em uma ambulância. Outras tentativas de ressuscitar Phoenix (incluindo a inserção de um marcapasso), foram infrutíferas. Ele foi declarado morto às 1:51 da manhã do dia 31 de outubro de 1993. No dia seguinte, o clube se tornou um santuário e milhares de fãs deixaram flores, fotos e velas na calçada e mensagens nas paredes do local. Uma faixa foi colocada na janela da boate, onde lia-se:, ”Com muito respeito e amor a River e sua família, o “Viper Room” está temporariamente fechado. Nossas sinceras condolências a todos os seus familiares, amigos e entes queridos. Ele fará falta”. O clube permaneceu fechado durante uma semana. Johnny Depp continuou a fechar o clube todos os anos no dia 31 de outubro, até vender sua parte na sociedade em 2004. Apesar de não haver no local um paparazzo para fotografar Phoenix morto na rua, um dia antes de sua cremação na Flórida, um repórter invadiu o funeral e tirou uma foto de Phoenix descansando em seu caixão; esta foto foi mais tarde vendida para os tablóides por U$ 1.000.000. Suas cinzas foram espalhadas pela família no rancho na Flórida.


RIVER PHOENIX RIVER PHOENIX RIVER PHOENIX RIVER PHOENIX RIVER PHOENIX

  • Filmografia